ESSE É NOSSO FEDERAL!

ESSE É NOSSO FEDERAL!

Vote Precisamos de Você fomos Indicados para ganhar o prêmio de melhor blog de 2010

Contador de Visitas

Pesquisar este blog

Páginas

24 de ago de 2010

SAMU intensifica ações para conscientizar a população

                                                                          


O alto número de trotes e ligações equivocadas feitas para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Petrolina, está levando a Secretaria Municipal de Saúde a intensificar as campanhas educativas, com o intuito de alertar a população em relação a função do serviço, além de mostrar a gravidade e os prejuízos que essas ligações podem causar. A forma como os cidadãos devem agir quando uma ambulância for solicitada para atender uma ocorrência, também será abordada.



No último mês de julho, o SAMU recebeu 6.236 ligações. Destas, somente 1.001 foram para atendimentos que realmente deveriam ser realizados pela equipe e que precisavam do apoio de ambulâncias. Outras 580 chamadas foram apenas para orientações, ou seja, casos que não são atendidos pelo 192, como febre, resfriado e dor de cabeça, que não exigem o deslocamento de uma unidade. Já o número de trotes no mês chegou a 2.344. Esses registros chamam a atenção, porque enquanto uma linha está ocupada com um trote ou quando uma ambulância é deslocada para atender um caso simples e sem gravidade, o atendimento a pessoas que mais precisam pode ficar comprometido.



Em 2009, foi implantado em Petrolina o Samuzinho, que promove a educação e conscientização das crianças. O projeto foi direcionado no primeiro momento para o bairro São Gonçalo, onde existia uma incidência grande de trotes. Nesta segunda fase, a coordenação do SAMU levará a iniciativa para outras escolas, inclusive colégios particulares. Campanhas direcionadas para adultos também estão sendo programadas, para garantir que essas informações cheguem a todos.



Para a coordenadora do SAMU, Márcia Leite, a campanha educativa ajuda a conscientizar a população e esclarece as formas e situações onde o serviço deve ser acionado. “Muitas pessoas ligam para o 192 porque estão sentindo uma dor de cabeça, um dor de dente, porque o filho tem febre. Mas o serviço foi criado para atender casos de urgência, onde o paciente corre algum tipo de risco e precisa de atendimento imediato”, ressaltou.



Outra questão que deve ser abordada é em relação ao comportamento que as pessoas devem adotar diante de uma ocorrência grave. “Geralmente as pessoas ficam nervosas e não conseguem passar informações sobre o acidente. E é muito importante que todas as informações possíveis sejam repassadas para o médico regulador, porque a partir destes dados é que podemos avaliar qual o tipo de ambulância que deve ser usada, os profissionais que irão atender aquela ocorrência e para qual hospital o paciente deve ser levado”, esclareceu Márcia.



Quando chamar o SAMU:

- Em casos de acidentes na rua (atropelamento, batida);

- Em casos de acidentes em casa (queimaduras graves, afogamento, choque elétrico);

- Em casos de problema cardiorrespiratório ou hipertensão;

- Tentativas de suicídio;

- Na transferência de doentes entre hospitais, quando há risco de morte;

- Emergências com mulheres grávidas, inclusive na hora do parto;



O que fazer em casos de acidente:

- Ligue imediatamente para o 192;

- Fique calmo;

- Informe o que aconteceu, o acidente e o endereço;

- Nunca mexa na vítima;

- Aguarde a ambulância no endereço que foi passado para a equipe do SAMU.



* O serviço funciona 24h e pode ser chamado pelo 192, através de qualquer telefone fixo, celular ou orelhão.


Fonte: http://www.petrolina.pe.gov.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário